/

Guto Requena

A oportunidade de reformar um edifício antigo e transformá-lo em uma peça interativa e informativa de arte urbana é muito boa para ser ignorada”, disse o arquiteto e designer brasileiro Guto Requena para a Wired, em 2015. Requena falava a respeito do edifício restaurado do Hotel WZ, em São Paulo, de cuja fachada é possível enxergar e sentir a poluição sonora e do ar da metrópole brasileira.

Para o projeto, batizado de Light Creature, o prédio foi envolvido em sensores que medem constantemente a emissão de som e poluição dos veículos. Essa informação é traduzida e projetada em faixas de LED na fachada. O movimento das luzes representa o nível de ruído, enquanto que a cor das faixas indica a qualidade do ar.

Nosso desejo é experimentar as novas tecnologias de maneiras mais orgânicas e humanas”, afirma Guto. “Acredito que é a nossa última chance de usar toda a tecnologia que temos a nosso dispor para construir uma sociedade melhor.

Guto Requena nasceu em Sorocaba, em 1979. É arquiteto, com mestrado em Arquitetura e Planejamento Urbano pela Universidade de São Paulo. Durante 9 anos, foi pesquisador da NOMADS.USP – Centro de Pesquisas Interativas. Em 2007, apresentou sua tese de mestrado, “Habitar Híbrido: Interatividade e Experiência na Era da Cibercultura”.

Em 2008, fundou o Estúdio Guto Requena. Desde então, ganhou diversos prêmios, fez palestras e participou de exposições em mais de 20 países. Entre 2012 e 2015, assinou uma coluna sobre design, arquitetura e urbanismo na Folha de São Paulo, e colaborou com diversas outras publicações. Desde 2011 cria, roteiriza e apresenta séries de TV, web e cinema.

The chance to hack an old building and transform it into an interactive, informative urban art piece, was too good to turn down,’ Brazilian architect and designer Guto Requena told Wired in 2015. Requena referred to the refurbished Hotel WZ in São Paulo, the façade of which visualizes the actual air and noise pollution in the Brazilian metropolis.

For the project, called Light Creature, the building is fitted with sensors that constantly measure vehicle emissions and noise. This information is translated to strips of LEDs on the façade. The movement of the lights responds to noise levels, while the changing colours indicate air quality.

Our opportunity is in experimenting with new technologies in more organic, human ways‘, Requena says. ‘I believe that we are now participating in our final chance to use all the technologies at our disposal to build a better society.’

Guto Requena was born in Sorocaba, Sao Paulo State in 1979. He is an architect with a Master in Architecture & Urban Planning from USP – University of São Paulo. For nine years, he was a researcher at NOMADS.USP – Center for Interactive Living Studies. In 2007 he presented his master’s dissertation, Hybrid Habitation: Interactivity and Experience in the Cyberculture Era.

In 2008, Requena founded Estudio Guto Requena. Since then, he has won several awards, and lectured and exhibited in more than 20 countries worldwide. Between 2012 and 2015, Requena wrote a column about design, architecture and urbanism for Folha de São Paulo, one of the major Brazilian newspapers, and collaborated as well with several magazines. Since 2011, Requena has been creating, screenwriting and hosting TV, web and cinema series.